Coligações Espúrias não Representam o Conservadorismo.

As evidências somam-se e sentencia os partidos que se arrogam conservadores mas não atentam aos pressupostos defendidos pela tradição.
A construção de instituições não está limitada ao governo e suas autarquias mas de instituições comunitárias que reflita os interesses da comunidade e influenciem nas decisões do governo através da representação.
Aqueles que não se preocupam em se ligar a grupos que vivam na vigilância e defesa dos princípios e valores conservadores eventualmente caem em manobras de pessoas caprichosas, prontas para tirar a credibilidade daqueles que estão no jogo político perseguindo algum tipo de coerência em sua trajetória.

Reflitamos a partir do conselho de Russell Kirk sobre um dos princípios conservadores:

Quando revolucionários alcançam o poder tendo apagado velhos costumes, escarnecendo de antigas convenções, e interrompido a continuidade das instituições sociais – ora, logo descobrem a necessidade de estabelecerem novos costumes, novas convenções, e continuidade; mas o processo é lento e doloroso e a renovada ordem social que finalmente emerge pode ser muito inferior à antiga ordem derrubada pelos radicais, zelosos na busca do paraíso terreno.
( A Política da Prudência, pg 105).

Fazer coligações assim como estar na política a décadas e não atentar à necessidade da criação de um partido puro, são características daqueles que não estão atentos aos efeitos da tomada de atalhos na ação política. Verão todo esforço num possível avanço transformar-se em retrocesso e desgaste de uma Filosofia Política que as pessoas leigas desconhecem, testemunhando de forma torpe aquilo que a ação política conservadora não significa.

O apreço a ordem pressupõe desdobramentos lógicos que passam pela coerência, pensamento de longo prazo e o que está em falta na Direita Brasileira, conhecer sua própria sabedoria, sua história e exortações.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s